Discurso de Spike Lee no Oscar 2019 é respondido por Donald Trump: “Racista”

Apesar da edição de 2019 ter sido uma das menos politizadas do Oscar, ainda houve espaço para manifestações políticas que sempre evocam reações ásperas e firmes de ambos os lados.

O momento mais intenso de manifestação política ocorreu quando Spike Lee venceu o Oscar de Melhor Roteiro adaptado por Infiltrado na Klan. Aproveitando o tempo no palanque de agradecimentos, o cineasta atacou o indiretamente o presidente dos EUA Donald Trump.

Como de costume, Trump respondeu as críticas do cineasta através do Twitter e chegou a classificar o discurso de Lee como “racista”:

“Seria gentil se Spike Lee pudesse ler suas anotações, ou melhor ainda, não ter que usar notas, ao fazer seu ataque racista ao seu presidente, que fez mais pelos afro-americanos (Reforma da Justiça Criminal, Números de Desemprego Mais Baixos na História, Cortes de Impostos, etc.) do que qualquer outro presidente.”

https://twitter.com/realDonaldTrump/status/1100000030319169537

Durante o discurso, Lee pediu que o povo americano se “mobilize” para a próxima eleição presidencial em 2020.

Deixe um comentário