Disney nega pedido de pai para usar imagem do Homem-Aranha na lápide de seu filho

Um dos tópicos mais controversos sobre a Disney se trata justamente sobre seus direitos autorais e a grande dificuldade do estúdio em ceder imagens dos seus personagens.

No caso, a Disney negou o pedido de um pai para usar a imagem do Homem-Aranha no túmulo de seu filho, Ollie Jones, de 4 anos, que era um grande fã do personagem. O caso aconteceu em Maidstone, no Reino Unido.

Em um comunicado, o estúdio explica:

“Nós estendemos nossas sinceras condolências. Se desempenhamos um pequeno papel na felicidade de Ollie, estamos honrados. Gerações de fãs responderam aos nossos personagens com a mesma maravilha e alegria que Ollie. De fato, muitos acreditam que os personagens sejam reais. Nós nos esforçamos para preservar a mesma inocência e magia em torno de nossos personagens que trouxeram a Ollie tal alegria. Por essa razão, seguimos uma política que começou com o próprio Walt Disney, que não permite o uso de personagens em lápides, cemitérios ou outros marcadores memoriais ou urnas funerárias”.

Em resposta, o pai do garoto respondeu:

“Eu realmente não estava esperando por isso – é outro grande golpe. Eu tinha certeza que eles permitiriam… Eu acho tudo isso é por causa de dinheiro. O último feriado de Ollie foi na Disneylândia. Ele amava o Homem-Aranha e compramos todos os brinquedos para ele, mas agora que ele morreu e não vamos gastar mais dinheiro, eles não se importam.”

O garoto já foi sepultado, mas sem a imagem do herói em seu túmulo.

Deixe um comentário