China censura cenas gays de Bohemian Rhapsody

Bohemian Rhapsody é um longa de sucesso desde sua estreia, em outubro de 2018. Mas ninguém esperava que o filme conquistasse premiações importantes no Oscar e fosse extremamente bem em sua bilheteria mundial, que quase chegou à marca do bilhão de dólares.

Justamente por conta de sua popularidade, a Fox conseguiu distribuir o filme em um dos mercados mais valiosos e restritos do mundo: o chinês.

A China, no entanto, deliberadamente comunicou que o filme sofrerá um novo corte no país. Uma edição censurada.

De acordo com o site The Hollywood Reporter, o filme terá cortes superiores a um minuto. Serão removidas cenas em que personagens do mesmo sexo se beijam e em que o uso de drogas é explícito.

Não é nada fora do comum para os estúdios terem que readequar seus filmes para o mercado chinês. Até mesmo filmes como X-Men: Apocalipse sofreram censura por conta de símbolos cristãos apresentados em algumas cenas.

Bohemian Rhapsody estreará na China no dia 22 de março.

 

Deixe um comentário