Teoria de Stranger Things aponta que Mundo Invertido pode causar acidente nuclear de Chernobyl

Cuidado! Pode conter SPOILERS de Stranger Things!

Uma antiga teoria de Stranger Things afirmava que o acidente nuclear de Chernobyl seria visto na quarta temporada da série. O indicativo era a aparição da União Soviética no terceiro ano e o fato de a história já estar em 1985 – o desastre acontece em 1986.

No entanto, a antiga teoria ganhou uma nova conclusão, que foi publicada pelo site Screen Rant. A sugestão é de que o Mundo Invertido causará o desastre de Chernobyl.

Na terceira temporada, Stranger Things ambienta uma rivalidade científica entre Estados Unidos e União Soviética. Essa corrida, porém, envolve o Mundo Invertido.

Como foi visto, os soviéticos trabalharam duro para entrar nessa outra dimensão. Não apenas isso, conseguem um Demogorgon, que aparece na cena pós-créditos da terceira temporada, junto com a citação do prisioneiro americano, que alguns fãs acreditam ser Hopper.

A sugestão é que os soviéticos continuem com experimentos perigosos para abrir o Mundo Invertido. Dessa maneira, causariam a explosão do reator que começa o desastre nuclear de Chernobyl, em 1986, possível ano para a quarta temporada do seriado.

Outra sugestão é de que o desastre possa ser usado como uma forma de esconder a verdade na série. Por exemplo, o Mundo Invertido causa estragos na União Soviética, mas Chernobyl é usado para explicar a tragédia.

Os episódios do terceiro ano de Stranger Things já estão disponíveis na Netflix.

Deixe um comentário