Grupo conservador cristão pede que Netflix cancele Good Omens (mas a série é da Amazon)

A nova série da Amazon, Good Omens, inspirada na obra de Neil Gaiman Terry Prachett conseguiu incomodar uma parcela significativa de espectadores cristão que acabaram solicitando o cancelamento da série por completo.

Entretanto, um erro crasso aconteceu na descrição da petição do pedido. O autor escreveu que a série eara da Netflix, revelando um descuido bastante grande, indicando até mesmo que ele nem tenha visto qualquer episódio da série.

Confira na piada de Gaiman no Twitter:

Isso é tão bonito. Prometam não contar para eles.”, escreve.

A história bizarra da petição foi parar em diversos grandes veículos de imprensa e até mesmo a Netflix resolveu brincar com o caso ao afirmar “que não pretende fazer mais episódios da série”.

Depois dessa vergonha completa, a página foi corrigida, dessa vez solicitando que a Amazon cancele a série que, na verdade, é uma minissérie de 6 episódios com uma narrativa limitada.

A petição conta com pouco mais de 20 mil assinaturas. Você pode conferir aqui.

A série mostra a história do demônio Crowley e o anjo Aziraphale, que se unem para impedir a destruição do universo. Para isso, é preciso matar o Anticristo que, no momento, é um menino de 11 anos que vive em uma tranquila cidade inglesa.

Deixe um comentário