“Esse é o filme mais próximo de Pulp Fiction que eu já fiz”, diz Tarantino sobre Era Uma Vez em Hollywood

Considerado o melhor filme da carreira de Quentin TarantinoPulp Fiction atrai atenção e novos olhares até hoje. Entretanto, desde que o novo filme do diretor, Era Uma Vez em Hollywood, foi exibido em Cannes, diversas comparações entre os dois filmes acabaram por surgir.

Agora, até mesmo o próprio diretor admitiu que os filmes são semelhantes em uma entrevista para a Esquire. O diretor afirmou ser o filme mais próximo de Pulp Fiction por conta das diferentes narrativas que permeiam o filme. Ainda admitiu que o longa é uma carta de amor à cidade de Los Angeles.

“Eu penso nele como uma parte da minha memória. Alfonso Cuarón teve o filme Roma e a Cidade do México de 1970. Eu tive a Los Angeles de 1969. Esse sou eu. Esse é o ano que formou a pessoa que sou hoje. Eu tinha seis anos à época. Esse é o meu mundo. E essa é a minha carta de amor para Los Angeles.”, disse.

Já o ator Leonardo DiCaprio, também entrevistado ao lado de Tarantino, comentou sua experiência de filmagem com o diretor.

Bom, primeiro, a chance de trabalhar com Tarantino. E certamente a época na qual se passa o filme é fascinante. Era uma homenagem a Hollywood. Eu não penso que exista um filme de Hollywood como esse – e com isso eu quero dizer um filme que se passa em Hollywood e é sobre Hollywood – que lida com as questões obscuras, entrando no cotidiano de um ator e seu dublê. 1969 é uma época de referência na história do cinema e do  mundo”, diz.

“Rick e Cliff, eles são parte da velha guarda de Hollywood, mas eles também estão tentando navegar nesse novo mundo, de amor livre e revolução hippie. Eu amei a ideia de lidar com esse ator que está sofrendo para achar seu lugar nesse novo mundo. E seu colega que esteve com ele durante todo esse tempo em Hollywood. Quentin retrata brilhantemente o que se passa durante essa mudança do país, e também a mudança de Hollywood, por meio dos olhos desses personagens. Foi cativante quando li o roteiro pela primeira vez. Os personagens tem os traços do grande conhecimento da história do cinema do Quentin. Você tem um monte de detalhes, e você sabe que eles são autênticos”,  finaliza.

Confira o trailer do filme:

O longa estreia no dia 15 de agosto.

Deixe um comentário