Daniel Radcliffe disse ter odiado atuar em um dos filmes de “Harry Potter”, saiba qual

Harry Potter é uma série de filmes britânico-americana baseada nos livros homônimos da autora britânica J. K. Rowling. A série é distribuída pela Warner Bros. e consiste em oito filmes, iniciando com Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001) e finalizando com Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 (2011). É a série cinematográfica de maior bilheteria de todos os tempos, com US $ 7,7 bilhões em receitas em todo o mundo. Todos os filmes se encontram na lista dos 50 filmes de maior bilheteria da história. Boa parte dessa bilheteria se deve a um cara e apenas ele: Daniel Radcliffe, o ator britânico que interpreta Harry nos longas. Mas parece que o ator não ficou tão feliz com sua atuação em um dos filmes da série, confira:

“Em cada filme, você pode ver meu crescimento como ator. E então eu parei, ou voltei talvez, no sexto filme. Tive a ideia de transformar Harry em uma espécie de soldado traumatizado da guerra e, como resultado disso, o personagem se desligou emocionalmente. Não é uma ideia ruim, mas também não é uma coisa legal de se assistir por duas horas e meia”

  • Radcliffe.

Porém nem tudo é arrependimento. Segundo ele, seu trabalho preferido foi em “Harry Potter e a Ordem da Fênix” (2007), o quinto filme. Em A Ordem da Fênix, Harry Potter (Daniel Radcliffe) retorna à Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, para cursar o 5º ano letivo. Logo ele descobre que boa parte da comunidade bruxa foi levada a acreditar que o retorno de Voldemort (Ralph Fiennes) foi uma mentira inventada por Harry, o que põe sua credibilidade em dúvida.

Já conhece nosso canal de vídeo no Youtube? Fizemos um programa exclusivo do Teorias Cinéfilas sobre Harry Potter, explorando uma teoria sobre O final secreto de “Harry Potter”. Confira o vídeo abaixo e diga-nos o que achou.

 

Deixe um comentário