Notícias Publicado em: 26/09/2019 Às 2:47 PM
Chateado com polêmica, diretor de Coringa diz que John Wick 3 é muito mais violento
Matheus Fragata
Chateado com polêmica, diretor de Coringa diz que John Wick 3 é muito mais violento (Reprodução)

A polêmica acerca de Coringa, novo filme da DC que estreia em 3 de outubro, já está dando nos nervos do diretor Todd Phillips, afinal ver sua própria obra avaliada por questões morais que não pertencem ao filme em si deve ser bastante difícil.

» Siga o VINOSFILMES no Facebook e no Instagram para saber todas as notícias! «

Em entrevista ao ET, Phillips comentou até mesmo sobre o filme não ser exibido no cinema Aurora, local do atentado de mass shooting na estreia de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

“O massacre de Aurora foi horrível, mas não foi culpa do filme. O atirador não estava sequer vestido como Coringa. Ele teve um colapso mental e fez algo desprezível, mas não tem nada a ver com o filme em questão”, refletiu.

“Nunca tentei fazer um filme que representasse isso. A história se passa em um mundo fictício, e é baseada em um personagem que existe há quase 80 anos. Fico intrigado com essa masculinidade tóxica branca. Todo mundo saiu rindo do cinema após assistir John Wick 3, porque o cara mata 300 pessoas e faz o público torcer e vibrar com ele. Porque essa polêmica com Coringa? Os parâmetros são diferentes? Não faz sentido”, concluiu.

Coringa está sofrendo com a retaliação da crítica desde que foi exibido no Festival de Toronto. Os críticos avaliaram a obra com medo dela incentivar espectadores a agir como o personagem e, por conta disso, diminuíram a avaliação do filme.

Obrigado por compartilhar. Assine nossas redes: