Destaque Cinema Publicado em: 07/05/2019 Às 1:09 PM
Depois de polêmicas com Vingadores, ministro assina cota de tela para filmes nacionais
Matheus Fragata
Depois de polêmicas com Vingadores, ministro assina cota de tela para filmes nacionais (Reprodução)

O Brasil já possuiu cotas mínimas de tela para a exibição de filmes nacionais. Entretanto, essa controversa medida foi extinta em 2017 durante o Governo de Michel Temer.

» Siga o VINOSFILMES no Facebook e no Instagram para saber todas as notícias! «

Agora, devido a uma grande polêmica envolvendo a estreia de Vingadores: Ultimato que praticamente se tornou o único filme a ser exibido em todo o Brasil durante sua semana de estreia, retirando de exibição em diversas salas o nacional De Pernas pro Ar 3 que havia estreado na semana anterior, o Ministro da Cidadania, Osmar Terra assinou um decreto que obriga as redes exibidoras a garantirem certa porcentagem de salas de cinema para produções nacionais ao longo do ano.

Em resposta à Folha de S. Paulo, a assessoria do ministério confirmou a assinatura do decreto, mas não informou a quantidade de dias que cada cinema será obrigado a exibir longas nacionais, nem a quantidade de salas que cada filme deve ser disponibilizado.

A regra deve ser publicada no Diário Oficial da União ainda nesta semana com detalhes relacionados aos valores. Após a publicação, o documento ainda precisa seguir para aprovação na Casa Civil e, então, ser encaminhado para o presidente Jair Bolsonaro assinar para ter validade.

O caso de Vingadores: Ultimato gerou uma verdadeira briga na Agência Nacional do Cinema (ANCINE) que havia convocado uma reunião extraordinária para discutir a questão no dia 3.

Obrigado por compartilhar. Assine nossas redes: